Uma introdução à teoria da complementaridade na educação matemática

Autores

  • Luiz Gonzaga Xavier Barros Universidade Santa Cecília
  • Sávio Mendes França Faculdade de Tecnologia de Praia Grande

Palavras-chave:

Complementaridade, História da Matemática, Filosofia, Educação Matemática, Educação Tecnológica

Resumo

Na área de Educação Matemática, muitos trabalhos acadêmicos têm como objetivo identificar um entendimento de aspectos epistemológicos do ensino e aprendizagem da Matemática. Algumas pistas para essa busca podem ser encontradas na História e na Filosofia da Matemática, pois por meio do estudo de como ocorreu a construção do conhecimento da Matemática, pode-se compreender melhor o processo de ensino e aprendizagem dessa ciência. O Princípio da Complementaridade na Educação Matemática se transformou numa ferramenta muito eficaz para a interpretação desses aspectos epistemológicos, pois se apropria de conhecimentos da História, da Filosofia e da Semiótica para estudar as relações dinâmicas existentes nos processos de ensino e aprendizagem da Matemática ou na construção do conhecimento matemático. Por fim este artigo tem como objetivo apresentar o Princípio da Complementaridade na Educação Matemática para que, por meio dele, se tenha uma interpretação de como pode ocorrer o ensino e aprendizado de conhecimentos técnicos ou tecnológicos por meio do Princípio da Complementaridade, tomando por base o que já foi feito na Educação Matemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABBAGNANO, N. (2000). Dicionário de filosofia. 4ª. ed. São Paulo: Martins Fontes.

BARROS, L. G. X., FRANÇA, S. M. (2018). A complementaridade entre criação e descoberta na construção do conhecimento matemático. Caminhos da Educação Matemática em Revista, v. X, p 40-46, 2018.

FRANÇA, S. M. (2017). Um estudo sobre complementaridades presentes na construção da teoria dos números complexos. Tese de Doutorado. Universidade Anhanguera de São Paulo (UNIAN). São Paulo/SP.

FREGE, G. (2009). Lógica e filosofia da linguagem. 2ª. edição. São Paulo: Edusp. ISBN 978-85-314-1180-9.

HOLTON. G. (1984). As raízes da complementaridade. Tradução de Dinorah de Oliveira Mendes. Humanidades, vol. II nº9. São Paulo.

OTTE, M. (2003). Complementarity, sets and numbers. Educational Studies in Mathematics. v. 53, p. 203-228.

Publicado

2020-05-01

Como Citar

BARROS, L. G. X.; FRANÇA, S. M. Uma introdução à teoria da complementaridade na educação matemática. Revista Processando o Saber, v. 12, n. 1, p. 51-63, 1 maio 2020.